Saúde

Regulamentação dos planos de saúde

Organizadas e amparadas pela Lei 5.764/1971, as cooperativas operadoras de planos de saúde se diferem das demais empresas operadoras por valorizarem o trabalho de seus cooperados, donos dos negócios cooperativos, que contribuem equitativamente para o capital da sociedade e dividem, de forma equânime, os resultados obtidos. Além da divisão entre os cooperados, parte do capital gerado pela cooperativa é investido no próprio empreendimento, seja para modernizar a sua estrutura administrativa, seja para utilizá-la em custeio ou em capital de giro.

Nesse sentido, trabalhamos por legislações e normas que possibilitem o fortalecimento do cooperativismo de saúde e, consequentemente, da saúde suplementar brasileira. Entre as medidas importantes, destacam-se as que objetivam garantir sustentabilidade econômica e financeira das cooperativas de saúde, possibilitando, por exemplo, a diversificação de suas aplicações, ativos garantidores e reservas, bem como a segurança jurídica dos contratos firmados com os beneficiários dos planos de saúde.

Sistema OCB © Todos os direitos reservados.
Menu
Atualizações