QUADRO
GOVERNAMENTAL

Poder Executivo

Até agora, a presidência do Banco Central exercida por Roberto Campos trouxe uma guinada na política econômica desenvolvida pelo órgão até então, a partir da implementação de políticas liberalizantes trazidas pelo programa BC# e a luta pela independência da autarquia. Para o cooperativismo, a perspectiva é de que a política desenvolvida pelo órgão coloque as cooperativas de crédito como importante instrumento de redução do spread bancário no Brasil.

Partido

Não filiado

Nascimento

Rio de Janeiro/RJ

Formação

Bacharel em Economia pela Universidade da Califórnia; especializado em Economia com ênfase em Finanças pela mesma universidade.

Destaques

Operador de Derivativos de Juros e Câmbio, no Banco Bozano Simonsen (1996-1997); operador de Dívida Externa, no Banco Bozano Simonsen (1997-1998); operador da área de Bolsa de Valores, no Banco Bozano Simonsen (1998-1999); executivo da Área de Renda Fixa Internacional, no Banco Bozano Simonsen (1999-2000); chefe da área de Renda Fixa Internacional no Santander Brasil (2000-2004); gerente de Carteiras na Claritas (2004-2005); chefe do Setor de Trading no Santander Brasil (2006-2010); responsável pela área de Tesouraria e de Mercado Regional e Internacional no Santander Brasil (2010-2018); presidente do Banco Central do Brasil (2019-).

Outras informações

Roberto Campos tem desenvolvido em sua gestão políticas liberalizantes, com o BC# e o PIX, ao mesmo tempo em que tem trabalhado por uma política econômica que diminua o spread financeiro, sem pôr em risco as metas de inflação do país.

Cooperativismo

Em sabatina no Senado Federal, afirmou que uma das maneiras mais importantes de promover a inclusão financeira é o estímulo ao cooperativismo de crédito, que, por trazer o cooperado para o centro das decisões, cria um ambiente para troca de experiências que promove a consolidação do espírito empreendedor e de importantes conceitos financeiros. Ainda, afirmou que é necessário aumentar a carteira das instituições financeiras cooperativas no país, que atualmente encontra-se em 3%. Desde sua nomeação, tem trabalhado em conjunto com o Sistema OCB para o desenvolvimento do cooperativismo de crédito, com foco em seu apoio ao PLP 27/2020, que atualiza a Lei Complementar 130/2009.


Saiba Mais

Receba nossas atualizações

Cadastre-se para receber as atualizações de nossos projetos, propostas e informativos!

INSCREVA-SE

Acompanhe nosso trabalho

Utilizamos cookies para avaliar as interações estabelecidas com nosso site, melhorar o seu desempenho e fornecer funcionalidades de redes sociais. Ao utilizar o nosso site você concorda com estes cookies. Saiba mais sobre a nossa Política de Privacidade clicando AQUI!

Você ainda pode desabilitar manualmente o uso dos cookies não essenciais, saiba como clicando AQUI.